Benfica 2016/17

Parece-me um dia interessante para falar do Benfica 2016/17, após a importante vitória sobre o Sporting. Sobretudo porque tenho mais dúvidas que certezas e o conforto do resultado dá mais distância para falar delas. Contrariamente à hecatombe do ano passado, por esta altura o Benfica comanda com 4 pontos de avanço sobre o Porto e …

Ler mais

Pré-época do comentário

Também o comentário futebolístico tem pré-época: tenta-se analisar o melhor que se consegue, mas com os processos de comentário a reiniciarem após a folga estival é possível que o discernimento ainda não esteja suficientemente entrosado nos seus processos. No entanto, tenho opinião sobre a pré-época do Benfica, claro. As saídas: Saiu o motor do Benfica …

Ler mais

Impressões do Euro 2016

De seleções, habitualmente só sigo fervorosamente os Mundiais, de quatro em quatro anos. Nesses palcos, junta-se a maturação europeia, a cor africana, a ingenuidade asiática, a excelência técnica sul-americana e a antecipação norte-americana. O Euro, como outras competições continentais de seleções, foge menos ao que vemos habitualmente nas competições de clubes. E, por isso, nunca …

Ler mais

Raio-X às maiores SAD do futebol nacional

Os três grandes deram ontem a conhecer as respetivas contas dos primeiros nove meses do exercício 2015 / 2016. Os três registaram perdas nos primeiros nove meses do ano, liderando esse infeliz campeonato o Porto, seguido do Sporting e Benfica. É curioso registar a forma mais ou menos preocupada com que são justificadas contas que não …

Ler mais

O primeiro 10 da era moderna

O Benfica é, de facto, uma das últimas equipas do futebol romântico do velho Continente. Há belos artigos em vários órgãos de comunicação social por esse mundo fora dedicados ao estatuto especial do Benfica, um dos poucos (senão o único) que conseguiu emergir do irresistível romantismo do futebol pré-Bosman para continuar, orgulhoso, a ostentar muitos …

Ler mais

A mais bela vitória

Preâmbulo: não se trata de um texto de moralismos ou de busca de pseudo-moralidades. Mas esta é a mais bela vitória. Foi um 1994 com mais drama e tensão. Tinha tudo para correr mal (conforme eu observava no início do ano - que sapos tão saborosos!), e acabou a correr tudo bem. Foi bonito do …

Ler mais